Epidemilogia PBL

 Alunos do Curso de Enfermagem da FADAM utilizando PBL na disciplina Epidemiologia. Docente: Profª Jane Cris.

 

USO DO PBL NA APRENDIZAGEM 

 

 

PBL é uma sigla que vem do inglês, Problem Based Learning, que representa a Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP), um novo método de ensino que vem ganhando muito espaço entre os educadores – principalmente em faculdades de medicina.

A “Aprendizagem Baseada em Problemas PBL” é uma metodologia ativa de ensino consistindo num ótimo recurso didático. Esta metodologia vem sendo implantado em importantes faculdade e universidades mundo afora.

Essa metodologia quebrou o paradigma de aula tradicional, com disciplinas curriculares distanciadas umas das outras e o controle de presença e provas:

A Aprendizagem Baseada em problemas PBL traz para a sala de aula a interdisciplinaridade, seguindo a concepção de ensino atual, prevista na Lei de Diretrizes e Bases da Educação. O PBL também segue as novas diretrizes e parâmetros curriculares da educação básica, reduzindo a distância entre o aprendizado da teoria e a prática.

Com o PBL, o foco do ensino passa a ser o aluno, que deixa de exercer o papel de receptor passivo das informações transmitidas por seus professores.

A partir da aplicação da Aprendizagem Baseada em problemas (PBL), observou-se inúmeras vantagens e desvantagens do mesmo em comparação com o ensino tradicional. Listamos as principais:

Vantagens do PBL

Aumento do senso de responsabilidade dos estudantes, que agora precisam ter vontade e disciplina para estudar e aprender por conta própria;

Estimulo a leitura, ao emprego do raciocínio lógico e as discussões;

Incentivo aos estudantes para que investiguem mais a fundo os problemas apresentados a fim de encontrar soluções práticas para eles;

Estimula e desenvolve a habilidade do trabalho em equipe através dos grupos de discussão;

Permite a interlocução das disciplinas e especialidades distintas e a troca de informações entre elas;

E, talvez a mais importante de todas as vantagens, o acesso precoce dos estudantes ao meio prático da profissão escolhida, formando novos profissionais mais motivados e mais humanizados, já que os estudantes podem ver de perto o resultado prático de suas investigações.